Atualização do Google deve impactar e-commerces e sites sem versões mobile

“Expandiremos o uso de recursos mobile-friendly como sinal de ranqueamento. Esta mudança irá afetar as buscas em dispositivos móveis em todos os idiomas e países, impactando significativamente os resultados de busca”, informou o Google

O Blog do Google anunciou uma nova atualização em seu algoritmo de buscas que, segundo alguns especialistas mundiais no assunto, trará um impacto ainda maior que o ‘Panda’ e o ‘Penguin’, versões anteriores que interferiram de forma brusca no rankeamento de sites no buscador. Segundo o Google a nova ferramenta conta com novidades que trarão mais sites mobile nos resultados de buscas, além de mais conteúdo de aplicativos nos resultados de busca.

A primeira alteração deve acontecer no 21 de abril. “Expandiremos o uso de recursos mobile-friendly como sinal de ranqueamento. Esta mudança irá afetar as buscas em dispositivos móveis em todos os idiomas e países, impactando significativamente os resultados de busca”, informou o Google.

O que isto vai significar na prática?

A resposta é bastante simples. Segundo o Google, sites que disponibilizam versões para dispositivos móveis aparecerão mais em pesquisas realizadas nos gadgets.

Estima-se também que o comércio eletrônico fature pelo menos R$ 11,1 bilhões em compras realizadas através de dispositivos móveis. Para se ter uma ideia, só em 2014, 10% das vendas pela internet foram realizadas a partir de smartphones e tablets, o que representa um aumento de mais de 200% em relação ao ano de 2013.

“Tanto pela mudança de comportamento do consumidor, que cada vez mais usa smartphones para se conectar à Internet, consultar produtos e realizar compras, quanto pela importância dos mecanismos de busca em gerar tráfego para sites, é indispensável que empresas tenham um site que funcione bem em celulares”, relata Diego Ivo, CEO da Conversion, especialista em otimização para buscadores.

Em 2013, o Ibope Media mostrou que 52 milhões de pessoas têm acesso à internet pelo celular aqui no Brasil. Segundo o Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento Sociedade da Informação, o número de brasileiros que usa a internet pelo celular cresceu cerca de 106% em dois anos, o que mostra que desenvolver serviços em versões mobile deixou de ser opcional para quem quer crescer.

Fonte: http://www.administradores.com.br/noticias/cotidiano/atualizacao-do-google-deve-impactar-e-commerces-e-sites-sem-versoes-mobile/99816/